Web Semântica e preservação digital: o padrão de metadados PREMIS na proposta do Linked Data

Felipe Augusto Arakaki, Paula Regina Ventura Amorim Gonçalez, Caio Saraiva Coneglian, Placida Leopoldina Ventura Amorim da Costa Santos, José Eduardo Santarém Segundo

Resumo


A partir do significante aumento da produção de conteúdos digitais, ações visando a recuperação e a preservação de objetos digitais a longo prazo tornam-se de importância capital em nossos dias, caso contrário, haverá um rompimento no conhecimento devido a perda ou insuficiência na representação das informações disponíveis no ambiente Web. Nesse contexto, a Curadoria Digital se configura como uma área interdisciplinar que gerencia informações com a proposta e o desafio de preservação e transmissão de objetos informacionais, atuando sobre os fatores de risco como: tecnologia obsoleta, fragilidade tecnológica, falta de entendimento sobre o que é uma boa prática digital e recursos inadequados. Nesse cenário, foi feito um recorte sobre conceitos e funções dos metadados para preservação digital. Assim objetiva-se verificar como o padrão de metadados  Preservation Metadata: Implementation Strategies (PREMIS) pode ser utilizado para atender as demandas de preservação dos objetos informacionais digitais. Optou-se como procedimento metodológico a revisão da literatura visto que, é uma reflexão sobre a representação da informação tendo como pano de fundo a Web semânticaComo resultado abordou-se a estrutura e as características do padrão metadados PREMIS e sua relação com a Web Semântica.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, R. C. V. Web semântica: uma análise focada no uso de metadados. 2005. 180 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2005. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

ALVES, R. C. V. Metadados como elementos do processo de catalogação. 2010. 132 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação)–Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, Marília, 2010. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

ALVES, R. C. V.; SANTOS, P. L. V. A. da C. Metadados no domínio bibliográfico. Intertexto: Niterói, 2013.

ARAKAKI, F. A. Linked data: ligação de dados bibliográficos. 2016. 144 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Filosofia e Ciências, 2016. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

BACA, M. (ed.). Introduction to Metadata: pathways to digital information. Los Angeles, CA: Getty Information Institute, 1998.

BERNERS-LEE, T.; HENDLER, J.; LASSILA, O. The semantic web. Scientific american, v. 284, n. 5, p. 28-37, 2001.

BREITMAN, K. Web semântica: a Internet do Futuro. LTC, 2005.

CAPLAN, P. Understanding PREMIS. Washington, DC: Library of Congress Network Development and MARC Standards Office, 2009. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

COPPENS, S. et al. PREMIS OWL: A semantic long-term preservation model. Int J Digit Libr, v. 15, n. 87, 2015. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

CONEGLIAN, C. S.; LUZ, L. P. SANTAREM SEGUNDO, J. E. Boas práticas para publicação de dados na web: aplicação nos dados referentes aos resultados de pesquisa científica. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (UNESP), 18., 2017. Marília. Anais... Marília: UNESP, 2017. p. 1-21. Disponível em: < http://enancib.marilia.unesp.br/index.php/xviiienancib/ENANCIB/paper/viewFile/382/835> Acesso em: 10 nov. 2017.

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS. Diretrizes para a implementação de repositórios digitais confiáveis de documentos arquivísticos. Rio de Janeiro: Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos, 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

DI IORIO, A.; CARON, B. PREMIS 3.0 Ontology: Improving Semantic Interoperability of Preservation Metadata. EUA: Library of Congress, 2016. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

DUFF, W.; MCKEMMISH, S. Metadata ans ISO 9000 Compliance. Information Management Journal, v. 34, n. 1, 2000. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

DUVAL, E. et al. Metadata principles and practicalities. D-Lib Magazine, v. 8, n. 4, 2002. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

FERREIRA, J. A. Wikis semânticos: da Web para a Web Semântica. 2014. 131 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação). Faculdade de Filosofia e Ciências – Universidade Estadual Paulista, Marília, 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

GILLILAND-SWETLAND, A. Defining Metadata. In: BACA, M. (ed.), Introduction to Metadata: pathways to digital information. Los Angeles, CA: Getty Information Institute, 1998.

GONÇALEZ, P. R. V. A. Repositórios arquivísticos digitais confiáveis: identificação de requisitos com ênfase no acesso à informação. 2017. 166 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação)-Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2017.

HEDSTROM, M. Digital preservation: a time bomb for digital libraries. Computer and the Humanities, n. 31, p. 189-202, 1998. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

HIGGINS, S. The DCC Curation Lifecycle Model. International Journal of Digital Curation, v. 3, n. 1, p. 134-140, 2008. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

LYMAN, P. Archiving the world wide web. Council on Library and Information Resources, 2002. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

MÉNDEZ RODRÍGUEZ, E. Metadatos y recuperación de información: estándares, problemas y aplicabilidad en bibliotecas digitales. Trea: Espanha, 2002.

MENDEZ, E. GREENBERG, J. Linked data for open vocabularies and HIVE’s global framework. El profesional de la información, mayo-junio, v. 21, n. 3, 2012. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

MILES, A.; BECHHOFER, S. SKOS: Simple Knowledge Organization System Reference. W3C Recommendation, 2009. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

NATIONAL INFORMATION STANDARD ORGANIZATION. Understanding Metadata. Bethesda, MD: NISO Press, 2004. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

NOWACK, B. The Semantic Web Technology Stack (not a piece of cake...). Linked Data Developer. [Online] 2009. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

POMERANTZ, J. Metadata. USA: The MIT press essential knowledge series, 2015.

PREMIS DATA DICTIONARY FOR PRESERVATION METADATA. Data Dictionary for Preservation Metadata: PREMIS version 3.0. [S.l.: s.n.], 2015. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

RAMALHO, R. A. S. Web semântica: aspectos interdisciplinares da gestão de recursos informacionais no âmbito da ciência da informação. 2006. 120 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2006. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

RAMALHO, R. A. S. Análise dos modelos de dados SKOS e BIBFRAME: novas perspectivas de representação na era dos dados interligados. ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 17., Anais... Bahia, ANCIB; UFBA, nov. 2016. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

RAMALHO, Rogério Aparecido Sá; OUCHI, Marcos Teruo. Tecnologias Semânticas: Novas Perspectivas para a Representação de Recursos Informacionais. Informação & Informação, Londrina, v. 16, n. 3, p. 60-75, dez. 2011. ISSN 1981-8920. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017. doi:http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2011v16n3p60.

RILEY, J. Understanding metadata: what is metadata, and what is it for? Baltimore: NISO, 2017. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

SANTAREM SEGUNDO, J. E. Recursos tecno-metodológicos para descrição e recuperação de informações na Web. 2004. 157 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília. 2004. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

SANTAREM SEGUNDO, J. E. Web semântica: introdução a recuperação de dados usando SPARQL. ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 15., Minas Gerais. Anais... Minas Gerais, ANCIB; UFMG, 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

SAYÃO, L. F.; SALES, L. F. Curadoria digital: um novo patamar para preservação de dados digitais de pesquisa. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 22, n. 3, p. 179-191, set./dez. 2012.

SIEBRA, S. A. et al. Curadoria digital: além da questão da preservação digital. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (ENANCIB), 14., 2013. Florianópolis. Anais… Rio de Janeiro. UFSC, 2013, p. 1-20. Disponível em:< http://basessibi.c3sl.ufpr.br/brapci/index.php/article/view/0000013754/cfbd64a34a690 3340c12b82d9319d014>. Acesso em: 12 nov. 2017.

SIKOS, L. F. Mastering structured data on the Semantic Web: from HTML5 microdata to Linked Open Data. EUA: Apress, 2015.

SILVA, R. E. da. As tecnologias da web semântica no domínio bibliográfico. 134 f. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação)–Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Faculdade de Filosofia e Ciências, Marília, 2013. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

ZENG, M. L. QUIN, J. Metadata. New York: Neal-Schuman Publishers, 2008.




DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.2358-3908.2018v5n1.38118

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Os documentos disponibilizados por Informação & tecnologia foram licenciados por uma Licença Creative Commons - Atribuição-Não Comercial-Compartilha Igual 3.0 Brasil

ISSN 2358-3908

Informação & Tecnologia está registrada e/ou indexada através dos seguintes serviços: