Biblioteca universitária híbrida no contexto da Web 2.0: integração de ferramentas para a promoção de produtos e serviços

Rubens da Costa Silva Filho, Patricia Kayser Vargas Mangan

Resumo


No atual contexto tecnológico percebe-se a relevância das bibliotecas universitárias buscarem formas de manter e ampliar o seu alcance e interação com o seu usuário. Uma maior visibilidade da biblioteca proporciona a seus usuários conhecerem o que a biblioteca pode lhes oferecer e como podem potencializar seu acesso ao conhecimento científico. A partir disso, o objetivo geral da pesquisa é investigar a eficácia na promoção da Biblioteca da Escola de Enfermagem da UFRGS (BIBENF) utilizando ferramentas da Web 2.0 integradas com a biblioteca física. Trata-se de um estudo de caso com uma proposta exploratória da realidade, de caráter quantitativo e qualitativo. Para a coleta de dados foram analisadas as atividades no perfil da biblioteca no Facebook e relatórios do Google Analytics. A amostra é composta por seguidores do perfil da BIBENF no Facebook e usuários que acessaram o site da biblioteca. A análise dos dados do site aponta uma capacidade de abrangência não limitada geograficamente, pois apenas 25,3% são de Porto Alegre, cidade onde se localiza o BIBENF. Os resultados mostraram a importância de identificar as necessidades dos usuários reais e potenciais dos serviços oferecidos com ferramentas da Web 2.0. Concluiu-se que o uso intensivo de tais ferramentas, como meio de promoção, pode vir a atender de uma forma mais eficaz às necessidades informacionais de seus usuários reais e potenciais. O uso dessas ferramentas também permite melhorar a fidelização dos usuários quanto ao uso dos serviços e produtos desenvolvidos pela biblioteca.


Texto completo:

PDF

Referências


A'DILLAH Mustafa et al. Social media promotional tools in academic library. International Journal of Computer Theory and Engineering, Singapore, v. 8, n. 3, p. 260-4, jun. 2016.

ALVIM, Luísa. Da Blogosfera ao Facebook: o paradigma da comunicação nas bibliotecas portuguesas. Cadernos BAD, Lisboa, p. 31-59, 2009.

AMARAL, Sueli Angélica do. Marketing da informação: abordagem inovadora para a gestão de unidades de informação. Percursos Revista, Florianópolis, v. 12, n. 2, p. 22 - 38, jul/dez. 2011.

______. Promoção: o marketing visível da informação. Brasília, DF: Brasília Jurídica, 2001.

BAPTISTA, Sofia Galvão. Técnicas de marketing para gestores de unidades de informação. In: AMARAL, Sueli (Org.). Marketing na Ciência da Informação, Brasília, DF: UnB, 2007. p. 81-95.

BARBOSA, M.; FRANKLIN, S. Controle, avaliação e qualidade de serviços em unidades de informação. In: LUBISCO, N. (Org.). Biblioteca universitária: elementos para o planejamento, avaliação e gestão. Salvador: UFBA, 2011. p. 89-137.

CAMPOS, Aline de. Os conflitos em processos colaborativos de escrita coletiva na Web 2.0. In: PRIMO, Alex (Org.). Interações em Rede. Porto Alegre: Sulina, 2013. p. 163-188.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2005.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: método qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

CRONIN, B. From paradigm to practice: the logic of promotion. Aslib Proceedings, London, v. 33, n. 10, p. 383–392, 1981.

FELÍCIO, J. C. S. M. Serviço de Referência Educativo (SRE) em bibliotecas universitárias: análise das práticas voltadas ao desenvolvimento da competência em informação de usuários. Florianópolis, 2014. 222 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.

GARCEZ, Eliane Maria Stuart; RADOS, Gregório J. Varvakis. Biblioteca híbrida: um novo enfoque no suporte a educação à distância. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 31, n. 2, p. 44-51, 2002.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

GRAY, David E. Pesquisa no mundo real. 2. ed. Porto Alegre: Penso, 2012.

GUIMARÃES, Tatiara. Técnicas de marketing em websites de bibliotecas universitárias brasileiras. In: AMARAL, Sueli (Org.). Marketing na Ciência da Informação. Brasília, DF: UnB, 2007. p. 143-160.

JAIN, Priti. Application of social media in marketing library & information services: a global perspective. European Journal of Business, Economics and Accountancy, Birmingham, v. 1, n. 1, p. 1-13, 2013.

JESUS, D. L.; CUNHA, M.B. Produtos e serviços da web 2.0 no setor de referência das bibliotecas. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 17, n. 1, p. 110-133, jan./mar. 2012. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2014.

LEMOS, André; LEVY, Pierre. O futuro da internet: em direção a uma ciberdemocracia planetária. São Paulo: Paulus, 2010.

LEVY, Pierre. Cibercultura. 3. ed. São Paulo: Editora 34, 2010.

MONFASANI, Rosa Emma; CURZEL, Marcela Fabiana. Usuarios de la información: formación y desafios. Buenos Aires: Alfagrama, 2008.

PONTES, Euzébia Maria; SANTOS, Mônica Karina. O uso das redes sociais no âmbito das bibliotecas universitárias brasileiras. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 24., 2011, Maceió, AL. Anais... Maceió: UFAL, 2011. p. 2

PRIMO, Alex. O aspecto relacional das interações na Web 2.0. E- Compós, Brasília, DF, v. 9, p. 1-21, 2007.

RECUERO, R. Redes sociais na internet. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, 2011.

SANTOS, António Sá. Webmarketing e redes sociais nas bibliotecas. Cadernos BAD, Lisboa, n.1/2, p.27-39, 2011.

, Liliana Giusti. Empréstimo de livros eletrônicos, redes sociais e a proteção de dados dos usuários. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v.13, n.1p.42-60, jan/abr. 2015.

SILVEIRA, A. Markentig em bibliotecas universitárias. Florianópolis: UFSC, 1992.

SINGHA, Sur Chandra; SARMAH, Mukut. Web 2.0 tools in enhancing the best practices of user services in academic libraries: a comparative study of central university libraries in Assam State. International Journal of Advanced Library and Information Science, New Delhi, v. 3, special issue, p. 249-260, 2015. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2016.

TAMMARO, Anna Maria; SALARELLI, Alberto. A biblioteca digital. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2008.

TARAPANOFF, K. Biblioteca integrada e sociedade: referencial teórico. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 13, n. 1, p. 3-9, 1984. Disponível em: . Acesso em: 21 maio 2014.

TARAPANOFF, K.; ARAÚJO JÚNIOR, R. H.; CORMIER, P. M. J. Sociedade da informação e inteligência em unidades de informação. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 29, n. 3, p. 91-100, set./dez. 2000.

TAYLOR, R. S. Value-added process in information systems. Norwood: Abley Publishing, 1986.

TRIPATHI, Manorama; KUMAR, Sunil. Use of Web 2.0 tools in academic libraries: a reconnaissance of the international landscape. The International Information & Library Review, London, v. 42, n. 3, p. 195–207, 2010.

YIN, Robert. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Os documentos disponibilizados por Informação & tecnologia foram licenciados por uma Licença Creative Commons - Atribuição-Não Comercial-Compartilha Igual 3.0 Brasil

ISSN 2358-3908

Informação & Tecnologia está registrada e/ou indexada através dos seguintes serviços: