Padrões de metadados para representação e organização da informação em repositórios de dados de pesquisa

Fernanda Alves Sanchez, Nathália Britto Pinheiro da Silva, Fernando Luiz Vechiato

Resumo


Os padrões de metadados possibilitam que os dados de pesquisas possam ser descritos, obtendo informações de sua proveniência. Objetivou-se identificar os padrões de metadados mais utilizados mundialmente para a representação de dados de pesquisa. A pesquisa documental e exploratória de abordagem qualitativa, utilizou como instrumento metodológico o diretório Registry of Research Data Repositories - Re3data, selecionando os três padrões de metadados mais utilizados pelos repositórios de dados de pesquisa, sendo eles: Dublin Core (DC), Data Documentation Initiative (DDI) e ISO 19115 - Geografic information - Metadada., Data. O diretório contribuiu ainda para uma escolha de três repositórios que fazem uso dos padrões de metadados. Verificou-se que os padrões de metadados representam seus dados e as informações, de modo que auxiliam na veracidade das informações sobre um determinado dado de pesquisa representado, bem como permite uma descrição, assim tornando-se no formato de dados e informações armazenadas nos repositórios de dados de pesquisa que potencializam a uso, reuso e compartilhamento.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, R. C. V. Metadados como elementos do processo de catalogação. 2010. 132 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2010. Disponível em: . Acesso em: 28 nov. 2017.

BAPTISTA, A. A. A falar nos entendemos: a interoperabilidade entre repositórios digitais. Repositórios institucionais: democratizando o acesso ao conhecimento. Salvador: EDUFBA, p. 71-90, 2010. Disponível em:

. Acesso em: 29 nov. 2017.

CASTRO, F. F.; SANTOS, P. L. V. A. C. Elementos de interoperabilidade na perspectiva da catalogação descritiva. Informação & Sociedade. João Pessoa, v. 24, n. 3, p. 13-25, set/dez. 2014. Disponível em: Acesso em: 27 nov. 2017.

CHOYKE, S; FERGUSON, P. L. COREXIT 9500 biodegradation in seawater, experimental data: Characterizing the Composition and Biogeochemical Behavior of Dispersants and Their Transformation Products in Gulf of Mexico Coastal Ecosystems. 2017. DOI: 10.7266/N7DJ5D2D. Disponível em: . Acesso em: 28 nov. 2017.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. 19115: 2003: Geographic information -- Metadata. [s.i]: ISO, 2003. Disponível em:. Acesso em 28 out. 2017.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. 19115: 2014: Geographic information -- Metadata. [s.i]: ISO, 2014. Disponível em:. Acesso em 28 out. 2017.

GILLILAND, A. J. Setting the Stage. In: BACA, Murtha (Ed.). Introduction to Metadata. 3. ed. Los Angels: Getty Research Institute, 2016. Cap. 5. p. 8-25. Disponível em: . Acesso em: 27 nov. 2017

KIM, Y; ZHANG, P. Understanding data sharing behaviors of STEM researchers: The roles of attitudes, norms, and data repositories. Library & Information Science Research, v. 37, n. 3, p. 189-200, 2015. Disponível em: . Acesso em: 23 out. 2017.

MONTEIRO, E. C S A; SANT’ANA, R. C. G. Repositórios de Dados Científicos nas Universidades Brasileiras e Portuguesas. In: SEMINÁRIO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 6., 2016, Londrina. Anais... Londrina: UEL. ISBN: 978-85-7846-383-0. 2016. p.166-174. Disponível em: . Acesso em: 27 nov. 2017.

RILEY, J. UNDERSTANDING METADATA WHAT IS METADATA, AND WHAT IS IT FOR? Baltimore: National Information Standards Organization (niso), 2017. 45 p. Disponível em: . Acesso em: 26 out. 2017.

SANKOH, O. A. et al. INDEPTH Network Cause-Specific Mortality - Release 2014. 2014. Dados de pesquisa. Disponível em: . Acesso em: 28 nov. 2017.

SAYÃO, L. F; SALES, L. F. Guia de Gestão de Dados de Pesquisa para Bibliotecários e Pesquisadores. Rio de Janeiro: CNEN/IEN, 2015. Disponível em: . Acesso em: 23 out. 2017.

SILVA, R. E. As tecnologias da Web Semântica no domínio bibliográfico. 2013. 134 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, 2013. Disponível em: . Acesso em 20 set 2016

TANGUY, M.; PRUDHOMME, C.; SMITH, K.; HANNAFORD, J. (2017). Historic Gridded Potential Evapotranspiration (PET) based on temperature-based equation McGuinness-Bordne calibrated for the UK (1891-2015). NERC Environmental Information Data Centre. https://doi.org/10.5285/17b9c4f7-1c30-4b6f-b2fe-f7780159939c. Disponível em: . Acesso em: 28 nov. 2017.

VIDOTTI, S. A. B. G et al. REPOSITÓRIO DE DADOS DE PESQUISA PARA GRUPO DE PESQUISA: um projeto piloto. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 18., 2017, Marília - SP. Anais... Marília - SP: PPGCI, UNESP. Disponível em: .Acesso em: 23 out. 2017.

WOODLEY, M.S. Metadata Matters: Connecting People and Information.” Revised by Murtha Baca. In: BACA, M. (Ed.). Introduction to Metadata. 3. ed. Los Angels: Getty Research Institute, 2016. Cap. 7. p.38 - 53. Disponível em: http://www.getty.edu/publications/intrometadata/metadata-matters/. Acesso em: 27 nov. 2017

ZENG, M. L; QIN, J. Metadata. New York: Neal-schuman Publishers, 2008. 365 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Os documentos disponibilizados por Informação & tecnologia foram licenciados por uma Licença Creative Commons - Atribuição-Não Comercial-Compartilha Igual 3.0 Brasil

ISSN 2358-3908

Informação & Tecnologia está registrada e/ou indexada através dos seguintes serviços: