ONTOLOGIA COMO UM ARTEFATO DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO PARA A REPRESENTAÇÃO DO CONHECIMENTO ORGANIZACIONAL

Sônia de Carvalho Palhares Beira, André Henrique de Siqueira, Edilson Ferneda, Hércules Antonio do Prado

Resumo


Este trabalho teve por objetivo fundamentar teoricamente o processo de modelagem de informações organizacionais na forma de ontologias. Utilizaram-se as contribuições da Arquitetura da Informação, enquanto disciplina científica para a construção de ontologias organizacionais. É proposto um processo de elaboração de ontologias, cuja principal vantagem é prover um conjunto de diretrizes para a construção de ontologias, com propriedades de um construto científico, incluindo completude ao artefato, no que tange às características desejáveis. Serviu-se do Método de Arquitetura da Informação Aplicada (MAIA) para a condução do processo de construção de ontologias. Um estudo de caso foi desenvolvido no domínio financeiro. O principal resultado foi o mapeamento das contribuições do CPAI em recomendações de uso para a construção de ontologias de domínio.

Palavras-chave


Ontologia; Arquitetura da Informação; Gestão do Conhecimento; Tecnologia da Informação.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page

Licença Creative Commons
Os originais publicados na Perspectivas em Gestão & Conhecimento estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).
Perspectivas em Gestão & Conhecimento - PG&C, Cidade de João Pessoa, Estado da Paraíba, Brasil.
ISSN: 2236-417X (formato eletrônico).