UMA REVISÃO SISTEMATIZADA DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE CORPO, GÊNERO, SEXUALIDADES NA EDUCAÇÃO

Alfrancio Ferreira Dias, Danilo Araujo de Oliveira, Madson de Santana Santos

Resumo


Este paper sistematiza a literatura específica sobre corpo, gênero, sexualidades e educação, identificando o processo metodológico que produziu os diferentes padrões de explicação encontrados. Metodologicamente, ao introduzir a revisão sistematizada e meta-análise como técnica de pesquisa nas Ciências Humanas, pretendeu-se contribuir para a construção de revisão de literatura de forma sistematizada para que se garanta o aumento da acumulação e a confiabilidade da produção do conhecimento científico. Verificou-se, a partir da seleção de variáveis e de critérios de inclusão/exclusão, que os estudos analisados sobre as temáticas referentes ao corpo, gênero, sexualidades no campo da educação sugerem que sua abordagem contribui para a desestabilização de normatizações, classificações e hierarquizações.


Texto completo:

PDF

Referências


ALONSO, G. B.; ZURBRIGGEN, R. Transformando corporalidades: Desbordes a la normalidad pedagógica. Educar em Revista, Curitiba, Edição Especial, n. 1, 2014, p. 53-69.

BUTLER, J. Regulações de gênero. Revista Cadernos Pagu, v. 42, 2014, p. 249-274.

BUSS-SIMÃO, M. Gênero como possibilidade ou limite da ação social: um olhar sobre a perspectiva de crianças pequenas em um contexto de educação infantil. Revista Brasileira de Educação, v. 18, n. 55, 2013. p. 939-960

COSTA, A. P.; RIBEIRO, P. R. M. Ser professora, ser mulher: um estudo sobre concepções de gênero e sexualidades para um grupo de alunas de pedagogia. Estudos Feministas, Florianópolis, v. 19, n. 2, 2011, p. 475-489.

DEMANET, J. et al. Unravelling gender composition effects on rule-breaking at school: a focus on study attitudes. Gender and Education, V. 25, Issue 4, 2013, pages 466-485.

DIAS, A. F. Formação de professores para uma educação não discriminadora. Aracaju: Infographics, 2014.

DIAS, A. F.; AMORIM, S. Body, gender and sexuality in teacher training: a meta-analysis. Educar em Revista, n. 56, p. 193-206, abr./jun. 2015.

DORNELLES, P. G.; POCAHY, F. A. “Prendam suas bezerras que o meu garrote está solto!”. Interseccionando gênero, sexualidade e lugar nos modos de subjetivação regionais. Educar em Revista, Curitiba, Edição Especial n. 1, 2014, p. 117-133.

FERRARI, A.; ALMEIDA, M. A. Corpo, Gênero e Sexualidade nos Registros de Indisciplina. Revista Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 37, n. 3, 2012, p. 865-885.

FREITAS, L. M.; CHAVES, S. N. Desnaturalizando os gêneros: uma análise dos discursos biológicos. Revista Ensaio, Belo Horizonte, Brasil, v. 15, n. 03, 2013, p. 131-148.

FIGUEIRO FILHO, D. B. et al. O que é, para que serve e como se faz uma meta-análise? Revista Teoria & Pesquisa, v. 23, n. 2, 2014, p. 205-228.

FURLAN, C. C.; MÜLLER, V. R. Gênero, sexualidades e docência: (re)pensando práticas. Revista Educação em Questão, Natal, v. 46, n. 32, p. 3-4, maio/ago. 2013.

GARCIA, M. M. A.; MACIEL, P. D. Os femininos no magistério: professoras lésbicas nas escolas. Currículo sem Fronteiras, v. 14, n. 3, p. 160-180, set/dez, 2014.

GLASS, G.; McGAW, B.; SMITH, M. L. Meta-Analysis in social research. Beverly Hills: Sage, 1981.

LAHELMA, E. et al. Vocational teachers' gendered reflections on education, teaching and care. Gender and Education, Volume 26, Issue 3, 2014, pages 293-305.

MILLIGAN, L. ‘They are not serious like the boys’: gender norms and contradictions for girls in rural Kenya. Gender and Education, V. 26, Issue 5, 2014, p. 465-476.

MONTEIRO, M. K.; ALTMANN, H. Homens na Educação infantil: olhares de suspeita e tentativas de segregação. Revista Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v.44, n.153, 2014, p.720-741.

PAECHTER, C. Bodies, identities and performances: reconfiguring the language of gender and schooling. Gender and Education. V. 24, Issue 2, 2012, pages 229-241.

PERRY, E. ‘She's alpha male’: transgressive gender performances in the probation ‘classroom’. Gender and Education, V. 25, Issue 4, 2013, pages 396-412.

PULSFORD, M. Constructing men who teach: research into care and gender as productive of the male primary teacher. Gender and Education, V. 26, Issue 3, 2014, p. 215-231.

QUIRINO, G. S; ROCHA, J. B. T. Sexualidade e educação sexual na percepção docente. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 43, 2012, p. 205-224.

RABELO, A. O. Professores discriminados: um estudo sobre os docentes do sexo masculino nas séries do ensino fundamental. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 4, 2013, p. 907-925.

RAHIMI, R.; LISTON, D. Race, class, and emerging sexuality: teacher perceptions and sexual harassment in schools. Gender and Education, Volume 23, Issue 7, 2011, pages 799-810.

REIS, C. D.; PARAÍSO, M. A. A dicotomia masculino ativo/feminino passivo na produção cultural de corpos e posições de sujeitos meninos-alunos em um currículo escolar. Currículo sem Fronteiras, v. 12, n. 3, p. 236-255, set/dez, 2012.

ROSCOE, D.D.; JENKINS, S. A meta-analysis of campaign contributions impact on roll call voting. Social Science Quarterly, v. 86, n. 1, 2005.

SCHINDHELM, V. G.; EVANGELISTA, M. N. Sexualidade infantil, gênero e uma educação a contrapelo. Revista Educação em Questão, Natal, v. 45, n. 31, p. 3-4, jan/abr, 2013.

SEFFNER, F. Um bocado de sexo, pouco giz, quase nada de apagador e muitas provas: cenas escolares envolvendo questões de gênero e sexualidade. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 19, n. 2, 2011, p. 561-572.

SEFFNER, F. Sigam-me os bons: apuros e aflições nos enfrentamentos ao regime da heteronormatividade no espaço escolar. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 1, 2013, p. 145-159.

SILVA, A. C.; SIQUEIRA, V. H. F.; LACERDA, N. G. Literatura e Sexualidade: visibilidades e silenciamentos nas apropriações docentes Revista Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 35, n. 1, 2010, p. 233-251.

SILVA, B. O.; RIBEIRO, P. R. C. Sexualidade na sala de aula: tecendo aprendizagens a partir de um artefato pedagógico. Estudos Feministas, Florianópolis, v. 19, n. 2, 2011, p. 521-533.

SILVA, I. O.; LUZ, I. R. Meninos na educação infantil: o olhar das educadoras sobre a diversidade de gênero. Cadernos Pagu, n. 34, 2010, p. 17-39.

SOUZA, L. C.; DINIS, N. F. Discursos sobre homossexualidade e gênero na formação docente em biologia. Pro-Posições, Campinas, v. 21, n. 3, 2010, p. 119-134.

STEVENSON, J.; CLEGG, S. Who cares? Gender dynamics in the valuing of extra-curricular activities in higher education. Gender and Education, V. 24, Issue 1, 2012, pages 41-55.

TAYLOR, C. A. Objects, bodies and space: gender and embodied practices of mattering in the classroom. Gender and Education, V. 25, Issue 6, 2013, pages 688-703.

XAVIER FILHA, C. A menina e o menino que brincavam de ser...: representações de gênero e sexualidade em pesquisa com crianças. Revista Brasileira de Educação, v. 17, n. 51, 2012. p. 627-646.




DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2018v27n2.24814

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


________________________________________________________________________________________________________________________________________

ISSN 2359-7003

  https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003

________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Cidade Universitária - Campus I - Setor Humanístico Bloco III
Centro de Educação
Universidade Federal da Paraíba
João Pessoa PB Brasil
CEP:58059-900 ** Fone: 83XX3216-7702 e Fax: 83XX3216-7140
e-mail: revistateducppge@ce.ufpb.br
http://www.periodicos.ufpb.br/index.php/rteo


________________________________________________________________________________________________________________________________________

Este periódico está indexado nas bases:

          Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia