ENSINO DE LITERATURA E FORMAÇÃO DOCENTE E DE LEITORES

Girlene Marques Formiga, Cristina Rothier Duarte

Resumo


O presente artigo constitui uma comunicação de pesquisa em andamento, que apresenta como objetivos, em um aspecto geral, investigar a formação do cursista em Letras, modalidade a distância, do IFPB, para o ensino de literatura no Ensino Fundamental II e Médio, a partir o conteúdo teórico-metodológico empregado no componente curricular Metodologia do Ensino de Literatura. E, em um plano específico, verificar as contribuições desse material na formação inicial docente em Letras, no que se refere ao ensino de poema no Ensino Fundamental. Nesse sentido, utilizamos como fundamentação teórica especialistas da área como Lajolo (2008), Zilberman (2003) e Pinheiro (2000). Para o desenvolvimento deste estudo, optamos pela pesquisa bibliográfica de cunho qualitativo-interpretativo, capaz de atender os objetivos propostos, tendo em vista ser uma investigação que circula em torno da prática docente com a finalidade de refleti-la e intervir, de modo a aperfeiçoá-la. Os resultados iniciais apontam que o conteúdo teórico embasador da aula destinada ao gênero lírico do componente mencionado mostra-se adequado à abordagem metodológica desse gênero literário para leitores em formação.


Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, Vera Teixeira de; BORDINI, Maria da Glória. Literatura - a formação do leitor: alternativas metodológicas. 2. ed. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1993.

BRASIL. Lei Nº. 11.892, 27 de novembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Brasília, DF, 2008. Disponível em: . Acesso em: 2 fev. 2018.

_____. INEP. PISA - Programa Internacional de Avaliação de Estudantes. 2015. Disponível em: . Acesso em: 30 jan. 2018.

COUTINHO, Afrânio (Dir.). A literatura no Brasil: introdução geral. 4. ed., rev. e ampl. São Paulo: Global, 1997, v. 1.

DIONÍSIO, Maria de Lourdes. Literatura, Leitura e Escola. Uma hipótese de trabalho para a construção do leitor cosmopolita. In: PAIVA, Aparecida et. al. (orgs.). Leituras literárias: discursos transitivos. Belo Horizonte, Ceale, Autêntica, 2005.

EAGLETON, Terry. Teoria da Literatura: uma introdução. Trad. Waltensir Dutra, 5ª Ed. São Paulo, Martins Fontes, 2003.

FAILLA, Zoara (org.). Retratos da leitura no Brasil 4. Rio de Janeiro: Sextante, 2016.

FORMIGA, Girlene Marques. et. al. Introdução aos Estudos Literários. João Pessoa: Ed. IFPB, 2014.

INSTITUTO FEDERAL DA PARAÍBA. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Letras na modalidade a distância. João Pessoa, 2017. Disponível em: < https://estudante.ifpb.edu.br/media/cursos/43/documentos/Projeto_Pedag%C3%B3gico_do_Curso_de_Licenciatura_em_Letras_2017.pdf>. Acesso em: 24 fev. 2018.

LAJOLO, Marisa. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. 6 ed. São Paulo: Editora Ática, 2008.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA LEGISLAÇÃO E DOCUMENTOS - INEP. Pisa 2018: para que serve. Brasília: INEP, 2018. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/pisa>. Acesso em: 02 mai. 2018.

LUDWING, Antonio C. Will. Métodos de Pesquisa de Educação. Educação em Revista, Marília, v.14, n.2, p.7-32, Jul.-Dez., 2014.

OECD. Programme for Internacional Sdutend Assessment (PISA). Results from PISA 2015. Disponível em https://www.oecd.org/pisa/PISA-2015-Brazil-PRT.pdf. Acesso em: 24 fev. 2018.

PÉCORA, Alcir. Máquina de Gêneros. São Paulo: Edusp, 2001.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria S. Lucena. Estágio e Docência – Teoria e Prática: Diferentes Concepções. In BRABO, Tânia S. A. Marcelino; CORDEIRO, Ana Paula; MILANEZ, Simone G. Costa (orgs.). Formação da pedagoga e do pedagogo: pressupostos e perspectivas. Marília: Oficina Universitária; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012.

PINHEIRO, Helder. Poemas para crianças e jovens. In: PINHEIRO, H. (org.). Poemas para crianças: reflexões, experiências, sugestões. São Paulo: Duas Cidades, 2000.

ROUXEL, Annie. Aspectos metodológicos do ensino de literatura. In: DALVI, Maria Amélia et. al. (orgs.). Leitura de Literatura na Escola. São Paulo: Parábola, 2013a.

_____. A tensão entre utilizar e interpretar na recepção de obras literárias em sala de aula: reflexão sobre uma inversão de valores ao longo da escolaridade. In: ROUXEL, Annie; LANGLADE, Gérard; REZENDE, Neide Luzia (org.). Leitura subjetiva e ensino de literatura. São Paulo: Alameda, 2013b, p. 152-164.

TODOROV, Tzvetan. A Literatura em Perigo. Trad. Caio Meira. Rio de Janeiro: Difel, 2009.

______. Literatura não é Teoria, é Paixão. Revista Bravo. 2010. Disponível em:. Acesso em: 5 mar. 2018.

ZILBERMAN, Regina. Letramento Literário e Livro Didático, uma Difusão da Literatura pela Escola. In: PAIVA, Aparecida; MARTINS et. al. (orgs.). Literatura e Letramento: Espaços, Suportes e Interfaces – O Jogo do Livro. Belo Horizonte: Ceale; Autêntica, 2003.




DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2018v27n2.39958

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


________________________________________________________________________________________________________________________________________

ISSN 2359-7003

  https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003

________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Cidade Universitária - Campus I - Setor Humanístico Bloco III
Centro de Educação
Universidade Federal da Paraíba
João Pessoa PB Brasil
CEP:58059-900 ** Fone: 83XX3216-7702 e Fax: 83XX3216-7140
e-mail: revistateducppge@ce.ufpb.br
http://www.periodicos.ufpb.br/index.php/rteo


________________________________________________________________________________________________________________________________________

Este periódico está indexado nas bases:

          Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia