Merchandising editorial/ product placement: um estudo de caso do filme Loucas pra casar

Lívia Maria Turra Bassetto, Luciano Avanzi

Resumo


O cinema iniciou-se no século XIV, com fins de estudo e pesquisa científica e, com o decorrer dos anos, inovou-se e tornou-se mundialmente conhecido. Com sua grande potência de conseguir abranger-se mundialmente, despertou olhares de outras mídias, e a publicidade, por sua vez, tem investido anualmente milhões de reais no mundo cinematográfico, pois, através do cinema, a publicidade vem inserindo a técnica do merchandising editorial ou mundialmente conhecido como product placement, que é, de forma sucinta, a inserção de produtos, marcas ou serviços em um longa metragem. Este trabalho tem por objetivo analisar como se dá a inserção de produtos no filme brasileiro Loucas pra casar, uma vez que o cinema e a televisão brasileira têm buscado realizar inserções cada vez mais naturais para não incomodar o público e, ao mesmo tempo, respeitar o Código de Defesa do Consumidor.

Palavras-chave: Cinema. Publicidade. Merchandising editorial. Product placement. Loucas pra casar.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.