ÂNCORA divulga chamada para seu Vol.5 N.2: IMPRENSA, Mídia e Poder

IMPRENSA, Mídia e Poder: Processo de Impeachment e o contexto pós-Dilma

Call for papers | Chamada para submissão de artigos acadêmicos para  Edição Especial  da Revista Latino-americana de Jornalisno – ÂNCORA [ V.5 N.2.]

 

Os episódios recentes que marcaram o cenário político brasileiro, culminando, em 31 de agosto de 2016, com o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, mobilizaram quatro grandes instâncias de poder: o judiciário, o legislativo, o econômico e o midiático que abarca a imprensa e vários formatos jornalísticos. Toda essa dinâmica de poderes associada a uma cena política   com traços visivelmente conservadores, influenciou segmentos da opinião pública que se posicionaram através de vertentes polarizadas com a produção  e circulação de narrativas díspares e, por vezes, inconciliáveis.

De um lado, estavam os partidários do impeachment que encontraram principalmente na esfera da grande mídia, uma narrativa hegemônica predominantemente favorável à destituição da presidenta. De  outro, os adeptos e produtores de conteúdos vinculados às  mídias "independentes", com destaque a um conjunto diversificado  de experiências materializadas no universo digital, centradas   em narrativas críticas, contestando o que foi enunciado como “golpe”.
O certo é que os processos de produção jornalística , seja quanto aos sistemas e meios comerciais, que envolvem os monopólios,  oligopólios ou conglomerados ,   ou seja no âmbito das chamadas "mídias independentes" e no terreno movediço das redes sociais associadas aos  ambientes multiplataforma, engendraram e deram visibilidade a esferas discursivas complexas, as quais merecem o olhar investigativo, onde se possa inventariar  e destacar de forma analítica,  os fluxos e contrafluxos narrativos da produção, da circulação e os movimentos de ressignificação da informação que apresentaram uma clara  reação aos conteúdos midiáticos da grande IMPRENSA .

Todas essas questões revelam as complexidades do JORNALISMO enquanto estratégia de poder político-econômico e que de uma forma ou de outra deveria rascunhar melhor a nossa história  [JB1] quanto a construção narrativa dos acontecimentos. De fato, o contexto pós-Dilma produziu repercussões tão abrangentes, com um conjunto tão vasto de reflexões, que a Revista Latino-americana de Jornalismo decidiu, sob a chancela do professor Dr Pedro Nunes, nosso Editor Convidado, produzir uma  Edição  Especial com o dossiê temático versando sobre  os acontecimentos recentes que envolvem o tema: IMPRENSA, Mídia e Poder: Processo de Impeachment e o contexto pós-Dilma. Essa Edição Especial  para o V.5 N.2 objetiva   mobilizar os contributos acadêmicos de pesquisadores e pesquisadoras  vinculados às diferentes universidades brasileiras e centros de pesquisa internacionais, que possam debater acerca do papel da  Imprensa, MÍDIA, Ética  e Poder   com destaque a natureza das  coberturas jornalísticas produzidas nesse cenário de crise política, com abalos na democracia  e, sobretudo, a configuração de um quadro de histeria aguda da mídia quanto ao tratamento das informações, usos das fontes, adoção da ética jornalística, processos de manipulação, enquadramento das notícias produzidas  por parte da Grande Imprensa brasileira, dentre outros importantes aspectos.

A Revista ÂNCORA acolhe então  discussões acadêmicas transdisciplinares provenientes dos trabalhos de pesquisas dos vários campos do conhecimento ( Educação, Ciências Sociais, Ciências Humanas, Ciências da Comunicação, Ciência da Informação, Cinema e Audiovisual, Ciência Jurídica...) que tenham como foco as questões do Jornalismo e a Midia relacionadas ao processo de Impeachment e o que sucede no contexto pós-Dilma ( 2016 - 2018). Os artigos e relatos jornalísticos devem ser originais e produzidos exclusivamente para Revista ÂNCORA ou seja, serão aceitos artigos que não foram submetidos à outros periódicos. 

Os artigos podem ser submetidos  diretamente pelo Sistema da Revista ÂNCORA, ou através dos emails: revistaancora@gmail.com , tecnovisualidades@yahoo.com.br (Editor Convidado : Pedro Nunes)
Prazo Final para envio dos artigos: 15/09/2018
A Edição Especial será transformada em livro eletrônico logo após  a sua disponibilização.
Os artigos poderão abarcar aspectos apresentados n
A partir da ementa do Dossiê Temático  e outras  discussões e reflexões e  abordagens que  venham somar-se ao
conjunto dos temas aqui elencados a saber:

JORNALISMO, Mídia e Poder: Processo de Impeachment e o contexto pós-Dilma
1. Papel da Grande IMPRENSA (O Globo, O Estado de São Paulo, Folha de São Paulo...) na crise e derrubada do governo Dilma e direcionamentos no período Temer
2. Protagonismo da Grande IMPRENSA: Coberturas Jornalísticas Televisuais no processo de impeachment da ex-Presidenta Dilma Rousseff
3. Estudos de Caso sobre reportagens das revistas: Veja, Istoé, Época e Carta Capital. Coberturas Jornalísticas sobre o Impeachment da ex-Presidenta Dilma Roussef
4. Istoé, Época e Veja: Imprensa, misoginia e a destituição da ex-Presidenta Dilma Roussef
5. Coberturas Jornalísticas Internacionais do processo de Impeachment da ex- Presidenta Dilma Roussef
6. Coberturas Jornalísticas regionais do processo de Impeachment da ex-Presidenta Dilma Roussef
7. Contranarrativas no âmbito das redes sociais no processo de Impeachment da ex-Presidenta Dilma Roussef
8. JORNALISMO, MEMÓRIA e documentação: Registros históricos e construções narrativas sobre o processo de Impeachment da ex-Presidenta Dilma Roussef
9. JORNALISMO, Ética, Democracia e Golpe
10. JORNALISMO, Poder e as estratégias político-midiáticas no contexto Pós-Dilma
11. JORNALISMO e a conjuntura político-econômica (2016-2018): A crise da Democracia
12. JORNALISMO, Política, Mobilizações Sociais e a escalada do Autoritarismo (2016 - 2018)
13. IMPRENSA, relações com o judiciário e as coberturas jornalísticas televisuais relacionadas com a Operação Lava Jato
14. IMPRENSA, Poder Jurídico e o espetáculo político da Operação Lava Jato
15. JORNALISMO e as relações internacionais na fase Temer
16. JORNALISMO Chapa Branca: Assessoria de Imprensa da Presidência da República no Governo Temer
17. JORNALISMO e os fluxos livres de informações: as contranarrativas no âmbito das redes; os movimentos virtuais #ForaTemer, #LulaLivre, #ForaGlobo #ForaGilmarMendes
18. Liberdade de IMPRENSA, Censura e as relações antiéticas entre o Executivo, o Legislativo e o Judiciário: Estudos de casos
19. Coberturas Jornalísticas: O caso Marielle Franco e a prisão de LULA
20. Crise Política e Mudanças nas Coberturas Jornalísticas: Greve das Transportadoras e Caminhoneiros e correlações com o desabastecimento no Brasil em maio de 2018

 

Diretrizes para autores(as)