Imagem para capa

MANEJO NUTRICIONAL DE OVELHAS GESTANTES E LACTANTES COM ÊNFASE EM CARBOIDRATOS FIBROSOS E NÃO FIBROSOS.

Fernanda Lavínia Moura Silva, Daniel Montanher Polizel, Ana Paula Alves Freire, Ivanete Susin

Resumo


Em ovinos, alimentos que geram produtos metabólicos responsáveis por auxiliar no desempenho produtivo, são obtidos na maior parte com o uso de dietas energéticas provenientes da fermentação dos carboidratos. Rações a base de carboidrato não fibroso (CNF), com altos teores de amido, promovem aumento do propionato, elevando a produção de glicose e a liberação de insulina, sendo estes favoráveis ao desenvolvimento do feto no terço médio e final da gestação. Entretanto, estudos recentes propõem que dietas contendo menos CNF possibilitam maior consumo de matéria seca (CMS) pelo animal, podendo promover maior aporte nutricional ao feto, quando fornecidas a fêmeas gestantes. Adicionalmente, a substituição de CNF por carboidrato fibroso (CF) na dieta de ruminantes promove aumento do acetato, favorecendo a produção de leite e a persistência da lactação em ovelhas lactantes. Este conhecimento é essencial para maximizar a eficácia do manejo nutricional no desempenho de ovelhas gestantes sobre o desenvolvimento das crias, na tentativa de gerar cordeiros mais desenvolvidos e com melhor qualidade de carcaça, assim como na partição dos nutrientes voltada à produção de leite.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25066/agrotec.v36i1.19184

Revista Agropecuária Técnica
ISSN impresso 0100-7467
ISSN online 2525-8990


Este periódico está indexado em:




Índice h (Google Scholar)=14


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional