Adubação nitrogenada associada à inoculação com Azospirillum brasilense na cultura do milho

Gildean Portela Moraes, Vânia Felipe Freire Gomes, Paulo Furtado Mendes Filho, Aldênia Mendes Mascena de Almeida, José Maria Tupinambá da Silva Júnior

Resumo


A adubação nitrogenada por fertilizantes minerais é um dos principais manejos utilizados pelos produtores como forma de suprir as necessidades das plantas com esse nutriente. O objetivo foi avaliar o efeito da adubação nitrogenada sobre o crescimento de plantas híbridas de milho associadas com bactérias diazotróficas endofíticas. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, por um período de 90 dias, com substrato natural. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, sendo que os tratamentos foram dispostos no esquema fatorial 2 x 4, com quatro repetições e constituídos, pela inoculação e não com o produto comercial a base de Azospirillum brasilense combinados com quatro diferentes doses de nitrogênio (0; 0,0714; 0,1428 e 0,2142 g kg-1). Foram avaliados os dados relativos à altura, diâmetro do colmo, área foliar, teor de clorofila, massa seca das folhas, colmo e raiz das plantas de milho, cultivadas em condições de casa de vegetação. As plantas de milho BM 3061 inoculadas com Azospirillum brasilense respondeu positivamente as doses de nitrogênio. Porém a dose que 0,1428 g kg-1 de N foi a que apresentou melhor comportamento, podendo ser indicada para adubação do milho.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25066/agrotec.v38i3.29919

Revista Agropecuária Técnica
ISSN impresso 0100-7467
ISSN online 2525-8990


Este periódico está indexado em:




Índice h (Google Scholar)=14


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional