COMPORTAMENTO ANIMAL EM PASTEJO DE COASTCROSS EXCLUSIVO OU CONSORCIADO COM ARACHIS PINTOI COM OU SEM NITROGÊNIO

Alexandre Lenzi, Ulysses Cecato, Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho, Orlando Rus Barbosa, Cláudio Fabricio Cruz Roma, Leandro Martins Barbero, Veridiana Aparecida Limão

Resumo


O trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento de pastejo (pastejo - PAST, ruminando - RUM, em pé - EP, deitado - DET e em ócio – OCIO), de novilhas de corte em pastagem de Coastcross consorciada com Arachis pintoi nas diferentes estações do ano, novembro de 2004 e fevereiro de 2005. Foram avaliados os tratamentos (parcelas): CA0 (Coastcross + Arachis sem N); CA100 (Coastcross + Arachis com 100 kg de N); C200 (Coastcross com 200 kg de N) e CA200 (Coastcross + Arachis com 200 kg de N) e as estações (subparcelas) do ano. Utilizou-se um delineamento experimental em blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. O manejo do pasto foi por meio de lotação contínua e carga animal variável, utilizando-se novilhas cruzadas (Red Angus x Nelore) com oito animais testers por tratamento. O comportamento dos animais em pastejo foi avaliado em dois períodos contínuos de 24 horas, na primavera e verão, por observação visual. Não houve diferença entre tratamentos para o comportamento em pastejo. Os resultados revelaram que animais em pastejo preferem se alimentar no período diurno e em grupo, principalmente nas horas de temperaturas mais amenas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25066/agrotec.v30i1.3182

Revista Agropecuária Técnica
ISSN impresso 0100-7467
ISSN online 2525-8990


Este periódico está indexado em:




Índice h (Google Scholar)=14


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional