Características de retenção de água de um solo Oxissol de Areia-PB

Lourival Ferreira Cavalcante, Benjamin Fernandez, José Onaldo Montenegro, José Américo Leite

Resumo


As características de retenção de água de um oxissol de Areia, Paraíba, foram analisadas através de curvas características de umidade de cinco extratos do perfil do solo. Para atingir esse objetivo, o conteúdo de água do solo ás profundidades de 0-15, 15-45, 45-75, 75-105 e 105-135 cm, foram determinado após o equilíbrio com as tensões de 0,10; 0,20; 0,33; 0,50; 1,00; 2,00; 5,00; 10,00 e 15,00 bares emextratores de placas a pressão. Os resultados deste experimento revelam que, com exceção da primeira camada (0-15 cm), o perfil do solo até a profundidade estudada (120 cm) apresentou altos conteúdos de umidade em função do potencial matricial de água. As maiores capacidades de retenção de água corresponderam as profundidades de 45-75 e 75-105 cm, em decorrência de seus mais altos teores de argila( 36,11 e 34,79% respectivamente). A camada de 0-15, por outro lado, mostrou os mais baixos teores de água retida a todas as pressões aplicadas, o que está em acordo com o seu alto teor de areia. Os extratos restantes (15-45 e 105-135 cm) exibiram valores intermediários, sendo que o primeiro, apesar de possuir uma composição granulométrica bastante semelhante a da camada superficial, apresentou um comportamento bem mais similar as de textura mais argilosas. Isto seria o resultado de sua maior densidade global (1,32 g/cm³) quando comparada com o extrato superficial (1,16 g/cm³). Finalmente, a camada de 105-135 cm reflete principalmente o efeito da textura e, em parte, da estrutura do solo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25066/agrotec.v1i1.43450

Revista Agropecuária Técnica
ISSN impresso 0100-7467
ISSN online 2525-8990


Este periódico está indexado em:




Índice h (Google Scholar)=14


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional