DESEMPENHO E ESTIMATIVA DO CUSTO DA PRODUÇÃO DE CAPRINOS E OVINOS TERMINADOS EM CONFINAMENTO

João Paulo Farias Ramos, Evaneusa Alves de Brito, Wandrick Hauss de Sousa, Mauricio Luiz de Melo Viera Leite

Resumo


Este estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o desempenho de caprinos e ovinos em crescimento. Foram utilizados 36 animais, sendo 12 caprinos ½ Boer + ½ SPRD, 12 ½ Anglo + ½ SPRD, com idade de cinco meses e 12 ovinos Santa Inês com idade de quatro meses distribuídos inteiramente ao acaso em três baias coletivas. Os animais foram alimentados com silagem de milho e concentrado na proporção de 40:60 na base de 4% do peso vivo. O experimento teve duração de 84 dias, incluindo um período de 14 dias para adaptação dos animais às condições experimentais. Os resultados obtidos indicaram que houve influência de genótipos sobre peso ao abate e ganho em peso dos animais. Os mestiços de 1/2 Anglo + 1/2 SPRD apresentaram menores pesos ao abate do que os demais genótipos. Os ovinos Santa Inês apresentaram maiores ganho em peso e foram mais eficientes nas características de crescimento e conversão alimentar do que os genótipos caprinos. Os cabritos mestiços de ½ Boer + ½ SPRD apresentaram desempenho similar aos mestiços de Anglo Nubiana. Embora os cabritos mestiços de Boer tenham apresentado um pequeno lucro, é importante observar que esse retorno econômico é insatisfatório para atender as expectivas do produtor.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25066/agrotec.v31i2.4382

Revista Agropecuária Técnica
ISSN impresso 0100-7467
ISSN online 2525-8990


Este periódico está indexado em:




Índice h (Google Scholar)=14


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional