PRODUÇÃO DE MUDAS DE MARACUJAZEIRO AMARELO EM SUBSTRATO COM BIOFERTILIZANTE BOVINO IRRIGADO COM ÁGUAS SALINAS

Francisco de Oliveira Mesquita, Lourival Ferreira Cavalcante, Alex Matheus Rebequi, Antonio João de Lima Neto, Járisson Cavalcante Nunes, José Adeilson Medeiros do Nascimento

Resumo


Um experimento foi conduzido em abrigo telado do Departamento de Solos e Engenharia Rural, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal da Paraíba, no período de maio a junho de 2008, para avaliar os efeitos do biofertilizante bovino em substrato irrigado com águas salinas sobre o diâmetro da raiz principal e área radicular, produção de massa seca das raízes, da parte aérea e total de mudas de maracujazeiro amarelo. Os tratamentos foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com três repetições e 12 plantas por parcela, usando arranjo fatorial 5 × 2 × 2 referente aos níveis de salinidade da água de irrigação: 0,5; 1; 2; 3 e 4 dS m-1, no solo sem e com biofertilizante bovino aplicado ao solo na forma líquida, uma única vez, um dia antes da semeadura, ao nível de 10% em volume do volume do substrato e as variáveis obtidas aos 25 e 65 dias após emergência das plântulas. O aumento da salinidade da água de irrigação provocou perdas sobre todas as variáveis avaliadas nas plantas, mas com menor intensidade nos tratamentos com biofertilizante.

Palavras chave: Passiflora edulis f. flavicarpa Deg.; insumo orgânico; salinidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25066/agrotec.v31i2.4500

Revista Agropecuária Técnica
ISSN impresso 0100-7467
ISSN online 2525-8990


Este periódico está indexado em:




Índice h (Google Scholar)=14


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional