COMPORTAMENTO INGESTIVO DE CABRAS DE APTIDÃO LEITEIRA ALIMENTADAS COM FENO DE FLOR DE SEDA

Ebson Pereira Cândido

Resumo


O objetivo com este trabalho foi estudar os efeitos de diferentes níveis de feno de flor de seda (0, 9, 18, 27 e 36%) em substituição ao concentrado, sobre o comportamento ingestivo de cinco cabras do tronco alpino, lactantes, com peso corporal médio inicial de 42±0,59 kg, alojadas em baias individuais durante cinco períodos experimentais. Distribuídos em um delineamento em quadrado latino 5x5, os animais foram observados em cada um dos cinco tratamentos, ao final de cada período experimental, durante 24 horas, a intervalos de 5 minutos. Houve um aumento linear para o tempo de alimentação, ao passo que houve uma redução linear para o tempo despendido em ócio. Embora os animais que receberam até 36% de feno de flor de seda não tenham alterado o consumo de matéria seca (CMS), a eficiência alimentar (em g de MS/h) diminuiu linearmente comportamento este semelhante à eficiência de ruminação (em g de MS/h e g de FDN/h). A inclusão de 36% de feno de flor de seda em substituição ao concentrado de cabras em lactação não altera o CMS, e diminui linearmente a eficiência de alimentação em g de MS/h; e quanto, a eficiência de ruminação de MS e FDN é reduzida linearmente. O tempo que os animais despendem em alimentação e ócio são afetados pela inclusão de feno de flor de seda na dieta.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25066/agrotec.v32i1.9728

Revista Agropecuária Técnica
ISSN impresso 0100-7467
ISSN online 2525-8990


Este periódico está indexado em:




Índice h (Google Scholar)=14


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional