CONSTRUINDO A MULTIPROFISSIONALIDADE: UM OLHAR SOBRE A RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA E COMUNIDADE.

Anarita de Souza Salvador, Cristina da Silva Medeiros, Patrícia Barreto Cavalcanti, Rafael Nicolau de Carvalho

Resumo


Objetivo: Analisar a percepção dos Preceptores e Residentes da Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade (RMSFC) vinculada a Universidade Federal da Paraíba, acerca do processo de construção da multiprofissionalidade durante essa formação. Material e Métodos: Pesquisa de campo, exploratória com abordagem quali-quantitativa, realizada em dezembro de 2010, junto a 6 preceptores e 10 residentes da Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade do Núcleo de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Paraíba. No processo de coleta dos dados utilizamos questionários; observação participante com registro em diário de campo e pesquisa documental. Resultados: Constatamos que o processo de construção da multiprofissionalidade em saúde a partir dessa modalidade de capacitação se apresenta como potente em relação à possibilidade de mudança do modelo assistencial médico centrado, porém as interfaces que a multiprofissionalidade em saúde demanda (a interdisciplinaridade e a equipe integrada), ainda se apresentam como desafios a serem conquistados. Conclusão: A multiprofissionalidade na produção do cuidado em saúde e na gestão dos serviços insurge como necessidade face aos princípios filosóficos e organizativos estabelecidos pelo Sistema Único de Saúde. No contexto da RMSFC/UFPB há distorções de compreensão entre preceptores e residentes acerca de alguns aspectos que compuseram o processo pedagógico com vistas à aproximação da prática multiprofissional.

DESCRITORES: Atenção Primária à Saúde. Formação de Recursos Humanos. Trabalho.

Texto completo:

PDF