A produção mitológica em duas religiões artesanais: a UDV e a Jurema

Luís Felipe Cardoso Mont'mor

Resumo


Este artigo tem como objetivo geral tentar interpretar duas religiões vegetalistas brasileiras, através de uma análise antropológica; são elas a UDV e a Jurema. A primeira surge na região norte do país e a segunda no nordeste. Como objetivos específicos busca-se uma análise de como o contexto sociocultural em que se encontravam estas religiões no momento de seus florescimentos influenciou em sua produção mitológica. Para isso, como método, foram utilizadas bibliografias específicas sobre a temática e alguns teóricos que vão ajudar nas reflexões sobre estes processos socioculturais. Concluímos que através das relações híbridas entre as culturas e da tensão de choque entre a opressão hegemônica e as tradições subalternas colonizadas uma figura divinizada judaico-cristã é utilizada para legitimar magicamente e espiritualmente essas duas tradições religiosas, que aqui damos o nome de religiões artesanais. Deste modo, o artesanato e a arte coincidem, assim como os Vegetalistas e Salomão na formação de dois movimentos religiosos no seio nacional.

Palavras-chave


Jurema; UDV; Religiões artesanais.

Texto completo:

PDF




ISSN: 2317-0476
r.diversidadereligiosa@gmail.com