PREVALÊNCIA DOS TIPOS DE ARCOS DESDENTADOS, PREPARO DE BOCA E QUALIDADE DOS MODELOS PARA PRÓTESES REMOVÍVEIS NA PARAÍBA

Túlio Pessoa de Araujo, Cláudio Jamerson de Sousa Gonçalves, Andrey Lins Tavares Bezerra, Danilson Ferreira da Cruz, Manuela Lombardi Fernandez, Márcio Katsuyoshi Mukai, Carlos Gil

Resumo


A prótese parcial removível instalada sem o preparo prévio da boca tende a se deteriorar precocente além de provocar danos ao aparelho mastigatório. Objetivo: Avaliar a execução do preparo da boca em modelos de trabalhos enviados para laboratórios de próteses dentárias, em cinco cidades do Estado da Paraíba. Material e métodos: Dois examinadores calibrados analisaram 1000 modelos de trabalho e preencheram para cada modelo um formulário com seis itens. Resultados: Revelaram que a arcada superior representou 53,1% da amostra. Com relação à classificação de Kennedy, 33,7% dos modelos pertenciam à classe III, 29,7% à classe I, 28,7% e 7,9% às classes II e IV respectivamente. Noventa e dois por cento da amostra não apresentou qualquer esboço de preparo da boca. Quanto ao material empregado para a obtenção dos modelos, 61% foram confeccionados com gesso tipo IV, 35,6% gesso tipo III e 3,4% gesso tipo II. Conclusões: Concluiu-se que o preparo da boca é realizado com menor frequência nas cidades do interior, mesmo assim o índice de preparo em João Pessoa é muito baixo.

DESCRITORES: Prótese Parcial Removível. Preparo do Dente para Prótese. Modelos Dentários.

Texto completo:

PDF