CAPAS DA REVISTA CARINHO (1977-1978): EMANCIPAÇÃO OU SUJEIÇÃO DA MULHER?

Autores

  • Thayana Priscila Domingos da Silva Universidade Federal da Paraíba

Resumo

Este estudo se propôs a analisar as capas das revistas Carinho dos anos de 1977 e 1978, referenciando-se na autora Dulcília Buitoni. No Brasil, o contexto da década de 70 atrela-se à insurgência dos movimentos sociais na luta das minorias, além do fortalecimento do feminismo, que protagonizava a liberação sexual da mulher, conquistando o uso da pílula anticoncepcional e o direito ao divórcio. A partir de um breve histórico da imprensa feminina brasileira, o estudo mostra que ela se articulou com dois tipos de impressos: os periódicos que lutavam pela emancipação da mulher e outros que fortaleciam seus antigos valores tradicionais e patriarcais como esposa, mãe e dona de casa. A revista Carinho, da Bloch Editores, surgiu em 1976, e além de abordar assuntos diversos, como moda, horóscopo, beleza, celebridades e fotonovelas, tratava abertamente de sexo, estampando o uso explícito do termo em suas capas. Evidentemente, nesse período, o Brasil também vivenciava o regime militar, e logo, a revista que versava sobre sexo seria direcionada ao público de jovens mulheres maiores de 18 anos. Apesar de parecer moderno, a maneira como a revista tratava os assuntos voltados para a sexualidade, observa-se o reforço a antigos valores de sujeição e submissão na relação entre homem e mulher.

Palavras-chave: Imprensa feminina. Revista Carinho. Mulher.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thayana Priscila Domingos da Silva, Universidade Federal da Paraíba

Mestranda em Educação na linha de pesquisa em História da Educação pela PPGE/CE - UFPB. Graduada em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade Federal da Paraíba.

Referências

BUITONI, Dulcília Helena Schroeder. Mulher de papel: a representação da mulher pela imprensa feminina brasileira. São Paulo: Summus, 2009.

CARVALHO, Marcus F. M. A imprensa na formação do mercado de trabalho feminino no Século XIX. In: NEVES, Lúcia M. B.; MOREL, Marco; FERREIRA, Tânia M. B. C (Orgs.). História e imprensa: representações culturais e práticas de poder. Rio de Janeiro: DP&A e FAPERJ, 2006. p. 176-199.

CASADEI, Eliza Bachega. A inserção das mulheres no jornalismo e a imprensa Alternativa: primeiras experiências do final do Século XIX. Revistas Alterjor, Rio de Janeiro. Ano 2. v. 1, p. 1-10, jan/jun. 2011.

CHARTIER, Roger. Introdução. Por uma sociologia histórica das práticas culturais. In: _______. A História Cultural entre práticas e representações. Col. Memória e sociedade. Tradução Maria Manuela Galhardo. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1990, p. 13-28.

FRANCFORT, Elmo. Rede Manchete: aconteceu, virou história. São Paulo: Imprensa oficial do estado de São Paulo, 2008. (Coleção Aplauso Série Especial).

LIMA, Sandra Lúcia Lopes. Imprensa feminina, revista feminina: a imprensa feminina no Brasil. Projeto História, São Paulo, n.35, p.221-240, dez. 2007. Disponível em: <http://www.revistas.pucsp.br/index.php/revph/article/download/2219/1320>. Acesso em: 16 dez. 2014.

LUCA, Tânia Regina de. História dos, nos e por meio dos periódicos. In: PINSKY, Carla Bassanezi. (Org.). Fontes históricas. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2014. p. 111-153.

MACHADO, Aline Maria Batista; MACHADO, Charliton José dos Santos. Gênero e movimentos sociais e ONGs: reflexões de pesquisa. João Pessoa: Editora da UFPB, 2012.

ROCHA NETO, Manoel Pereira da. JORNAL DAS MOÇAS (1926-1932): imprensa feminina no sertão norte-rio-grandense. Rev. Estud. Comum, Curitiba, v. 9, n. 19, p. 141-146, maio/ago. 2008.

VIEIRA, Renan Milanez. Rede Manchete: um estudo de caso. Bauru, SP: UNESP, 2012. Disponível em: <http://www.bocc.ubi.pt/pag/vieira-renan-rede-manchete-um-estudo-de-caso.pdf>. Acesso em: 16 dez. 2014.

FONTES

Capa da fotonovela Carinho - Editora Edibrás nº18 de fevereiro de 1962 – Disponível em: <http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-627650884-fotonovela-carinho-n-18-edibras-1962-_JM#redirectedFromParent>. Acesso em: 14 dez. 2014.

Capa da fotonovela Carinho - Editora Edibrás nº22 de junho de 1962 – Disponível em: <http://www.rsraridades.com.br/produtos/revista-carinho-22-fotonovelas>. Acesso em: 14 dez. 2014

Capa da fotonovela Carinho - Editora Edibrás nº58 de julho de 1965 – Disponível em: <http://www.livronauta.com.br/livro-Editora_Edibras-Revista_Carinho_No._58_C_Fotonovela-Edibras-Arcos_da_Lapa_Livros-Cachoeiras_de_Macacu-23190070>. Acesso em: 14 de dez. 2014.

Capa da Revista Carinho - Bloch Editores nº 01 (sem mês) de 1976 – Disponível em: <http://paraisodasrevistas.loja2.com.br/3913353-Carinho-n-1-fotonovela-Moda-Anorexia-Vanusa-Silvio-Santos>. Acesso em: 14 dez. 2014.

Capa da Revista Carinho - Bloch Editores nº 11 de setembro de 1977 – Disponível em: <http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-619750982-carinho-n-11-fotonovela-sandra-brea-suzi-quatro-1977-_JM>. Acesso em: 14 de dez. 2014.

Capa da Revista Carinho - Bloch Editores nº 12 de outubro de 1977 – Disponível em: <http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-614438791-carinho-n-12-elke-maravilha-fotonovela-frampton-1977-_JM>. Acesso em: 14 dez. 2014.

Capa da Revista Carinho - Bloch Editores nº 16 de fevereiro de 1978 – Disponível em: <http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-623284383-revista-carinho-n-16-fev-1978-festa-artistas-fotonovelas-_JM>. Acesso em: 14 dez. 2014.

Capa da Revista Carinho - Bloch Editores nº 20 de junho de 1978 – Disponível em: <http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-615809686-carinho-n-20-simone-de-carvalho-reginaldo-farias-1978-_JM>. Acesso em: 14 dez. 2014.

Downloads

Publicado

2016-06-08

Como Citar

SILVA, T. P. D. da. CAPAS DA REVISTA CARINHO (1977-1978): EMANCIPAÇÃO OU SUJEIÇÃO DA MULHER?. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 24, n. Especial, p. 189–205, 2016. Disponível em: https://www.periodicos.ufpb.br/index.php/rteo/article/view/26280. Acesso em: 22 jan. 2022.

Edição

Seção

RELATOS DE EXPERIÊNCIA