ESCREVER SOBRE INSTRUÇÃO PÚBLICA, CRIAR REPRESENTAÇÕES: UMA ANÁLISE SOBRE ARTIGOS VEICULADOS NO O FLUMINENSE - 1894

Autores

  • Ariadne Lopes Ecar Universidade de São Paulo

Resumo

A proposta deste artigo foi de analisar uma série de matérias publicadas no jornal O Fluminense, nos meses de julho, agosto e setembro de 1894, que tratavam da instrução pública no estado do Rio de Janeiro. No final do Século XIX, era comum se ouvirem notícias atreladas à Escola Normal de Niterói, enaltecendo-a como o único local de onde sairiam as pessoas responsáveis pela instrução do cidadão fluminense. Ao manusear os microfilmes de 1894, percebi representações produzidas pelo órgão de imprensa local sobre a escola referida, visando reconstruir possíveis ressonâncias e impactos dela na cidade. Iniciar uma sequência de matérias que tratavam do professor hodierno era sugerir melhorias no ensino, como foi o caso do primeiro título encontrado. Entre outros assuntos, o texto elencava três aspectos que atrapalhavam o professor moderno, a saber: confundir estudar com decorar; usar e abusar dos compêndios e dos livros em geral; e utilizar-se da severidade como disciplina. Para o jornal, o próprio professor deveria ser o compêndio vivo, pois, como Spencer ponderava, a função do livro era suplementar.

Palavras-chave: Escola Normal e Liceu. Jornal O Fluminense. Representações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ariadne Lopes Ecar, Universidade de São Paulo

Doutoranda em Educação pela Universidade de São Paulo - USP. Mestre em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ. Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal Fluminense.

Referências

ALVES, Cláudia. Estado conservador e educação no Brasil: o caso do Liceu Provincial de Niterói (1847-1851). In: NUNES, Clarice (Org.). O passado sempre presente. São Paulo: Cortez, 1992.

BICCAS, Maurilane Souza. O impresso como estratégia de formação. Revista do Ensino de Minas Gerais (1925-1940), Belo Horizonte, 2008.

CAMPOS, Raquel Discini de. No rastro dos velhos jornais. Revista Brasileira de História da Educação, v. 12, n. 28, p. 4 -70, jan/abr. 2012.

CERTEAU, M. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis, RJ: Vozes, 1990.

CHARTIER, Roger. O mundo como representação. Estudos Avançados, São Paulo, n. 11, jan./abr, 1991.

______. A história hoje: dúvidas, desafios e propostas. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 7, n. 13, 1994.

DARNTON, Robert. O diabo na água benta: ou a arte da calúnia e da difamação de Luís XIV a Napoleão. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

______. O beijo de Lamourette: mídia, cultura e revolução. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

ECAR, Ariadne Lopes. Conhecimentos pedagógicos como orientação para a "missão docente": a formação na Escola Normal de Niterói na Primeira República (1893-1915). 2011. 281 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.

GONDRA, José Gonçalves; SCHUELER, Alessandra Frota Martinez. Educação, poder e sociedade no Império brasileiro. São Paulo: Cortez, 2008.

KULESZA, Wojciech Andrzej. A institucionalização da Escola Normal no Brasil (1870-1910). Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília. v. 79, n. 193, p. 63-71, set/dez. 1998.

MATHEUS, Letícia Cantarela. O Fluminense e a nostalgia das referências perdidas. Revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Comunicação, Brasília, v. 12, n. 2, p. 1-16, maio/ago. 2009.

______. O jornal como fonte de tradição: a experiência de O Fluminense. In: VII ENCONTRO NACIONAL DE HISTÓRIA DA MÍDIA. MÍDIA ALTERNATIVA E ALTERNATIVAS MIDIÁTICAS. Fortaleza - CE, 2009.

MULLER, Maria Lúcia Rodrigues. As construtoras da Nação: professoras primárias na Primeira República. In: I CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2000, Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, UFRJ, 2000. Disponível em: <http://www.sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe1/anais/111_maria_lucia_r.pdf>. Acesso em: 19 mai. 2009.

NOGUEIRA, Lacerda. A mais antiga Escola Normal do Brasil (1835-1935). Officinas Graphicas do “Diário Official” do Estado do Rio de Janeiro. Niterói: [s.n.], 1938.

RAZZINI, Marcia de Paula Gregorio. Instrumentos de escrita na escola elementar: tecnologias e práticas. In: MIGNOT, Ana Chrystina Venâncio. (Org.). Cadernos à vista: escola, memória e cultura escrita. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2008.

TANURI, Leonor Maria, História da formação de professores. Revista Brasileira de Educação, n. 14, p. 61-88, mai/jun/jul/ago. 2000. Número Especial.

VIDAL, Diana Gonçalves. Por uma pedagogia do olhar: os museus escolares no fim do Século XIX. In: VIDAL, Diana Gonçalves; SOUZA, Maria Cecília Cortez de. (Org.). A memória e a sombra: a escola brasileira entre o Império e a República. Belo Horizonte: Autêntica, 1999. p. 107-116.

WEHRS, Carlos. Niterói, cidade sorriso: a história de um lugar. Rio de Janeiro: Vida Doméstica, 1984.

______. Capítulos de memória Niteroiense. Rio de Janeiro: Niterói Livros, 2002.

Fontes

Arquivos da Biblioteca Nacional

Periódicos

O FLUMINENSE. Niterói, 1 jan./30 jun. ano XVII, 1894.

O FLUMINENSE. Niterói, 1 jul./31 dez. ano XVII, 1894.

Arquivos on-line

Mensagens dos presidentes do estado do Rio de Janeiro

MENSAGEM DO PRESIDENTE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - 1912. Disponível em <http://brazil.crl.edu/bsd/bsd/u881/>. Acesso em: abr./nov. 2009.

MENSAGEM DO PRESIDENTE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - 1919. Disponível em < http://brazil.crl.edu/bsd/bsd/u888/>. Acesso em: out./nov. 2011.

MENSAGEM DO PRESIDENTE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - 1920. Disponível em <http://brazil.crl.edu/bsd/bsd/u889/>. Acesso em: out./nov. 2011.

Leis

Biblioteca da Assembleia Legislativa do estado do Rio de Janeiro

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.

Coleção de Leis e Resoluções não sancionadas, Decretos, Deliberações e Portarias do Governo. 1893. Lei n. 41 de 28 de janeiro de 1893. Organiza o Ensino Público no Estado do Rio de Janeiro.

Downloads

Publicado

2016-06-08

Como Citar

ECAR, A. L. ESCREVER SOBRE INSTRUÇÃO PÚBLICA, CRIAR REPRESENTAÇÕES: UMA ANÁLISE SOBRE ARTIGOS VEICULADOS NO O FLUMINENSE - 1894. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 24, n. Especial, p. 87–98, 2016. Disponível em: https://www.periodicos.ufpb.br/index.php/rteo/article/view/26281. Acesso em: 23 jan. 2022.