EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO NA FORMA CONCOMITANTE: ANÁLISE DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO

TECHNICAL PROFESSIONAL EDUCATION OF MEDIUM LEVEL IN CONNECTING FORM: ANALYSIS OF THE PRODUCTION OF KNOWLEDGE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2018v27n2.42023

Palavras-chave:

Educação Profissional e Tecnológica., Curso Técnico Concomitante., Estado do Conhecimento.

Resumo

Em 1997, entra em vigor, aprovado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, o Decreto nº. 2.208, o qual reformou a Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no Brasil. Conforme esse Decreto, a EPT, em nível médio, passaria a ser ofertado de duas formas: a concomitante e a subsequente, observando-se a separação entre o ensino profissional e o Ensino Médio, ou seja, a formação geral. Em 2004, no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Decreto 2.208/1997 foi revogado por meio do Decreto nº. 5.154/2004, mas foram mantidas as formas concomitante e subsequente, além da integrada. O objetivo deste artigo é mapear a produção do conhecimento a respeito da Educação Profissional Técnica de Nível Médio na forma Concomitante. Para tanto, foi realizado um estado do conhecimento com base nos dados encontrados no Catálogo de Teses e Dissertações da CAPES. Durante a pesquisa, utilizamos as palavras “Ensino Médio Concomitante”, com o uso de aspas, sendo encontradas 08 (oito) dissertações, porém, apenas 07 (sete) foram localizadas para leitura e análise. Esse levantamento nos mostra uma carência de investigações acadêmicas acerca da Concomitância entre os ensinos profissional e o médio, visto que essa forma de articulação, prevista na nossa Lei de Diretrizes e Bases, está presente em um número considerável de instituições, públicas e privadas, que ofertam a Educação Profissional Técnica de nível Médio no Brasil, demonstrando a necessidade de mais estudos e relatos de experiências sobre esse tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco das Chagas Silva Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Campus Mossoró

Doutor em Educação (UFRN). Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT, Mestrado Profissional em Rede Nacional) e do Programa de Pós-Graduação em Ensino (UERN/IFRN/UFERSA).

Ana Paula Marinho de Lima, IFRN/Campus Mossoró

Licenciada em Pedagogia (UERN), mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ensino (UERN/IFRN/UFERSA).

Francisca Leidiana de Souza, IFRN/Mossoró

Bacharela em Turismo (UERN) e mestra em Ensino (UERN/IFRN/UFERSA).

Referências

ANUÁRIO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO BÁSICA 2018. São Paulo: Moderna, 2018.

ANUÁRIO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO BÁSICA 2017. São Paulo: Moderna, 2017.

ANUÁRIO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO BÁSICA 2016. São Paulo: Moderna, 2016.

ANUÁRIO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO BÁSICA 2015. São Paulo: Moderna, 2015.

ANUÁRIO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO BÁSICA 2014. São Paulo: Moderna, 2014.

ANUÁRIO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO BÁSICA 2013. São Paulo: Moderna, 2013.

ANUÁRIO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO BÁSICA 2012. São Paulo: Moderna, 2012.

BRASIL. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1996.

______. Decreto nº. 2.208, de 17 de abril de 1997. Regulamenta o §2.º do artigo 36 e

os artigos 39 a 42 da Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, 1997a.

______. Decreto nº. 2.208, de 17 de abril de 1997. Portaria n.º 646, de 14 de maio

de 1997. Regulamenta a implantação do disposto nos artigos 39 a 42 da Lei Federal n.º 9.394/96 e no Decreto n.º 2.208/97 e dá outras providências. Brasília, 1997b.

______. Decreto nº. 5.154, de 23 de julho de 2004. Regulamenta a implementação do disposto no § 2º do artigo 36 e os artigos 39 a 41 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dá outras providências, Brasília, 2004.

CAIRES, Vanessa Guerra; OLIVEIRA, Maria Auxiliadora Monteiro. Educação Profissional Brasileira: da Colônia ao PNE 2014-2020. Rio de Janeiro: Vozes, 2016.

FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise. A gênese do Decreto n. 5.154/2004: um debate no contexto controverso da democracia restrita. In: ______. (Org.) Ensino Médio Integrado: concepções e contradições. São Paulo: Cortez, 2012. p. 21-56.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, Campinas/SP, v. 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002.

MARTINS, Marcos Francisco. Ensino técnico e globalização: cidadania ou subumissão? Campinas: Autores Associados, 2000.

MINAYO, Maria Cecília de Souza; SANCHES, Odécio. Quantitativo-Qualitativo: oposição ou complementaridade? Caderno de Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz. Rio de Janeiro: Fiocruz, v. 9. n.3, p. 239-262, jul, 1993.

RAMOS, Marise. Possibilidades e desafios na organização do currículo integrado. In: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise (Org.) Ensino Médio Integrado: concepções e contradições. São Paulo: Cortez, 2012. p. 107-128.

ROMANOWSKI, Joana Paulin; ENS, Romilda Teodora. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educacional, Curitiba, v. 6, n. 19, p. 37-50, dez. 2006.

Downloads

Publicado

2018-12-14

Como Citar

SOUZA, F. das C. S.; LIMA, A. P. M. de; SOUZA, F. L. de. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO NA FORMA CONCOMITANTE: ANÁLISE DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO: TECHNICAL PROFESSIONAL EDUCATION OF MEDIUM LEVEL IN CONNECTING FORM: ANALYSIS OF THE PRODUCTION OF KNOWLEDGE. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 27, n. 2, p. 46–61, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.2359-7003.2018v27n2.42023. Disponível em: https://www.periodicos.ufpb.br/index.php/rteo/article/view/42023. Acesso em: 23 jan. 2022.

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)