O IMPÉRIO DO DINHEIRO E A CONDIÇÃO DA MULHER NOS CONTOS DE MARGARIDA SABÓIA DE CARVALHO

Autores

Palavras-chave:

Margarida Sabóia de Carvalho, Conto, Visão Mercantil, Condição Feminina, Dominação Masculina

Resumo

Margarida Sabóia de Carvalho (1905-1975) foi uma importante jornalista e ficcionista cearense que, dentre outras obras, publicou A Vida em contos (1964), cujo tema recorrente é o das relações humanas pautadas nas relações econômicas. O cenário é a cidade de Fortaleza do século XX, mostrando a perspectiva de variadas personagens femininas, de classes sociais distintas. Neles a escritora representa as engrenagens das desigualdades de gênero, resultado da dominação masculina, enraizada nas estruturas sociais e normas culturais reproduzidas automaticamente, provocando ainda mais preconceitos estanques que o livro espelha. Os cenários das narrativas contrastam social e economicamente ao mostrar os bairros “pobres” e o “rico”. Objetivamos, pois, aqui apresentar e analisar as narrativas da obra supracitada. Para embasar o estudo da contística da autora, consultamos Azevedo (1976), Cortázar (2006), Gotlib (2006) e Montenegro (1965); para dissertar sobre a violência de gênero, fundamentamo-nos em Osterne (2011) e Saffioti (2004); no concernente à dominação masculina, em Boudieu (1999); e no que tange à reflexão acerca da “visão mercantil”, em Fromm (1978). Concluímos que Margarida Sabóia de Carvalho, silenciada e repudiada em vários momentos de sua trajetória como intelectual feminina e feminista, faz jus à sua presença neste dossiê, merecendo ser melhor conhecida e estudada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Charles Ribeiro Pinheiro, Universidade Federal do Ceará

Sou Pesquisador de Pós-Doutorado (Bolsa FUNCAP) e Coordenador do grupo de pesquisa Literatura Cearense Comparada no Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Ceará. Doutor em Letras (2019), com a tese "Rodolfo Teófilo polemista: a crítica polêmica como estratégia de glorificação literária" (Bolsa CAPES-DS), e Mestre em Letras (2011), com a dissertação "Rodolpho Theophilo: a construção de um romancista" (Bolsa FUNCAP), ambas pelo Programa de Pós-graduação em Letras, da Universidade Federal do Ceará, sob a orientação da Prof. Dr. Odalice de Castro Silva. Licenciatura em Letras (2008) pela UFC. Fui professor substituto de Teoria da Literatura e de Estágio de Ensino de Literatura no Curso de Letras da UFC (2022). No doutorado, coordenei o projeto de extensão "O entre-lugar na Literatura cearense" (2015-2019). Sou autor de livros didáticos de Literatura da editora Sistema Ari de Sá e atuo como revisor, redator, roteirista de quadrinhos e designer educacional. Fui Professor Conteudista do Curso de Literatura Cearense, promovido pela Fundação Demócrito Rocha, em 2020 e das disciplinas de "Literatura de Língua Portuguesa" e "Estudos Críticos da Literatura", do Curso de Letras da UNICNEC (MG). Com o projeto 'Padaria Espiritual em Quadrinhos', fui aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet N 8.313/91) e vencedor do XV Edital Mecenas (2023) da Secretaria de Cultura do Ceará. Fui vencedor do XII Edital Ceará de Incentivo às Artes (2022), da SECULT-CE, com o livro Rodolfo Teófilo Romancista.

Downloads

Publicado

2024-03-08

Como Citar

Pinheiro, C. R. (2024). O IMPÉRIO DO DINHEIRO E A CONDIÇÃO DA MULHER NOS CONTOS DE MARGARIDA SABÓIA DE CARVALHO. Revista LiteralMENTE, 4(Especial), 76–96. Recuperado de https://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rl/article/view/68636

Edição

Seção

DOSSIÊ “ESCRITORAS NORDESTINAS OFUSCADAS PELO CÂNONE LITERÁRIO BRASILEIRO"