ESCRITORAS NORDESTINAS NO MOVIMENTO ABOLICIONISTA BRASILEIRO

LUTAS E LETRAS EM PROL DA LIBERDADE

Autores

Palavras-chave:

Literatura, Periódicos, Emancipação feminina, Abolicionismo

Resumo

Abordamos as experiências de escritoras nordestinas, que tiveram algum envolvimento com o movimento abolicionista no século XIX, principalmente aquelas que discorreram sobre essa temática nos seus escritos literários, veiculados tanto em livros quanto em textos publicados na imprensa da época. Emília Freitas, Francisca Clotilde, Maria Ignez Sabino Pinho Maia, Maria Amélia de Queirós Sodré da Mata e Maria Firmina dos Reis são as escritoras elencadas neste estudo, sendo que esta última recebeu maior destaque, por ter sido uma mulher negra, descendente de mulheres alforriadas. A análise do que foi produzido por essas autoras, bem como de aspectos de suas vidas nos levam a entender melhor a participação das mulheres nos movimentos de abolição, ações essas que foram tantas vezes excluídas e/ou marginalizadas dentro da historiografia oficial. Como principais resultados, apontamos que as experiências de mulheres escritoras não foram exceções no movimento abolicionista, mas sim fruto de uma organização na luta por direitos, inclusive pelo acesso à educação e ainda refletir sobre o processo de apagamento e marginalização de suas atuações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Lúcia Santos Silva, Universidade Estadual de Santa Cruz

Licenciada em História pela Universidade Estadual de Santa Cruz; Mestre em História do Atlântico e da Diáspora Africana (PPGH-UESC). Professora substituta no IF Baiano (Campus Guanambi).

Inara de Oliveira Rodrigues, Universidade Estadual de Santa Cruz

Professora Doutora do PPGH UESC, bem como do Curso de Letras e do PPGL Linguagens e Representações da mesma universidade. Pesquisadora CNPq. Líder do Grupo de Pesquisa Literatura, História e Cultura: Encruzilhadas Epistemológicas. 

Downloads

Publicado

2024-03-08

Como Citar

Silva, A. L. S., & Rodrigues, I. de O. (2024). ESCRITORAS NORDESTINAS NO MOVIMENTO ABOLICIONISTA BRASILEIRO: LUTAS E LETRAS EM PROL DA LIBERDADE. Revista LiteralMENTE, 4(Especial), 45–61. Recuperado de https://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rl/article/view/68693

Edição

Seção

DOSSIÊ “ESCRITORAS NORDESTINAS OFUSCADAS PELO CÂNONE LITERÁRIO BRASILEIRO"