ANA NOGUEIRA BATISTA

UMA ESCRITORA CEARENSE DE ALMA ENAMORADA, MAS QUE SOFREU OSTRACISCMO LITERÁRIO

Autores

Palavras-chave:

Poesia, Autoria Feminina, Ana Nogueira Batista

Resumo

Este artigo discute a produção literária de autoria feminina, tomando como estudo a poesia de uma escritora cearense que foi ostracizada, com o passar do tempo, pela historiografia e pelo cânone literário brasileiros: Ana Nogueira Batista. Tem como objetivo dar visibilidade à produção literária dela e analisar três poemas seus, evidenciando aspectos estilísticos e literários próprios da autora, a partir de uma abordagem interpretativa. Para tanto, elaboramos uma metodologia que consistiu primeiramente no levantamento da fortuna crítica dessa poetisa em estudo, depois na leitura e discussão de textos, de modo a nos possibilitar a interpretação de seus poemas. Posto isto, nosso constructo teórico adotou como base os estudos de Castro (2019), Schumaher (2000), Macedo (2014) e Barreira (1948), que nos ofereceram aspectos importantes sobre a vida de Ana Nogueira Batista; dialogamos também com Bosi (2015), Del Priore (2013), Xavier (1998) e Pinheiro (2021), que nos ajudaram a discutir, no âmbito da escrita, a complexa realidade que constitui o fazer literário de autoria feminina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria do Socorro Pinheiro, UECE

Possui graduação em Licenciatura Plena em Letras pela Universidade Estadual do Ceará (1997), Mestrado em Letras pela Universidade Federal do Ceará (2006), Doutorado em Literatura e Interculturalidade pela Universidade Estadual da Paraíba (2015) e Pós- Doutorado em Linguagem e Ensino pela Universidade Federal de Campina Grande (2019). Atualmente é professora Adjunta da Faculdade de Educação Ciências e Letras de Iguatu FECLI/UECE. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura popular, poesia erótica, lírica feminina. É docente permanente do Mestrado interdisciplinar em História e Letras MIHL/UECE.

Downloads

Publicado

2024-03-08

Como Citar

Pinheiro, M. do S. (2024). ANA NOGUEIRA BATISTA: UMA ESCRITORA CEARENSE DE ALMA ENAMORADA, MAS QUE SOFREU OSTRACISCMO LITERÁRIO. Revista LiteralMENTE, 4(Especial), 62–75. Recuperado de https://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rl/article/view/68895

Edição

Seção

DOSSIÊ “ESCRITORAS NORDESTINAS OFUSCADAS PELO CÂNONE LITERÁRIO BRASILEIRO"