MEMÓRIA DAS PAREDES, SUPERSTIÇÕES NORDESTINAS E MALDIÇÕES FAMILIARES NO AMBIENTE MÍSTICO DE A CASA, DE NATÉRCIA CAMPOS

Autores

Palavras-chave:

O sobrenatural na literatura, Literatura e superstições nordestinas, Natércia Campos e o sobrenatural em A Casa

Resumo

Neste artigo, tratamos de temas que são intangíveis e que pertencem à ordem do imaterial, que a Ciência muitas vezes desconsidera por não serem mensuráveis, mas que têm peso quando apresentados como o apresentamos aqui: por meio da Literatura, que captura esses conhecimentos e os aplica na tessitura do texto. A Casa, obra magna de Natércia Campos, escritora cearense ainda pouco conhecida pelo público leitor – mesmo em seu rincão de origem –, amalgama o que se conhece como “memória das paredes” com o que vetustamente se sabe sobre algumas das “superstições nordestinas” e “maldições familiares” presentes nesta obra. Para discorrer sobre o que propomos, baseamo-nos nas pesquisas e contribuições de estudiosas e estudiosos como Cascudo (2006; 2012), Chaves (2022), Silva (2016) e Timbó (2011), dentre outras e outros. Concluímos que estudos como o que ora expomos são de impreterível importância não somente porque lidam com assuntos que normalmente não são considerados como deveriam pelo nosso cânone literário, mas, principalmente, porque trazem ao conhecimento do grande público leitor a obra de escritoras nordestinas irrepetíveis e que merecem ser conhecidas e reconhecidas por suas impagáveis contribuições para com as nossas literaturas regional e nacional, cristalizando em seus escritos os costumes, a oralidade e os conhecimentos ancestrais do Sertão e do povo nordestino que o habita.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yls Rabelo Câmara, Universidad de Santiago de Compostela

Yls Rabelo Câmara, brasileira e espanhola, tem estágio pós-doutoral em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (Uece) e é Doutora e Mestra em Filología Inglesa (Letras – Língua Inglesa) pela Universidad de Santiago de Compostela, na Galiza, Espanha. É Especialista em Ensino de Espanhol – Língua Estrangeira pela Uniateneu e Especialista em Ensino de Línguas Estrangeiras – Inglês pela Uece. Tem Licenciatura Plena em Letras Português-Inglês pela Uece e atualmente é Licencianda de Letras Espanhol, Pedagogia e História pelo Centro Educacional Estácio do Ceará. É professora de idiomas há trinta e quatro anos. Dedica-se à investigação e publicação acadêmicas de trabalhos sobre os costumes, as literaturas, as mitologias, as tradições, as crenças e os folclores dos povos de fala portuguesa, inglesa e espanhola – em especial, as rezadeiras e os profetas da chuva –, e debruça-se sobre a Literatura Produzida por Mulheres, com lauta produção nessa seara. É a idealizadora, a Orientadora e a Líder do Grupo de Estudos Filhas de Avalon, que conta com participantes em oito países (Brasil, Espanha, França, Portugal, Holanda, País de Gales, Colômbia e Egito) e investiga escritoras nacionais e internacionais, pretéritas e atuais – especialmente as silenciadas e apagadas pelos cânones literários. Neste momento, a Dra. Yls Rabelo Câmara inicia sua carreira como biógrafa.

Downloads

Publicado

2024-03-08

Como Citar

Rabelo Câmara, Y. . (2024). MEMÓRIA DAS PAREDES, SUPERSTIÇÕES NORDESTINAS E MALDIÇÕES FAMILIARES NO AMBIENTE MÍSTICO DE A CASA, DE NATÉRCIA CAMPOS. Revista LiteralMENTE, 4(Especial), 181–198. Recuperado de https://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rl/article/view/69570

Edição

Seção

DOSSIÊ “ESCRITORAS NORDESTINAS OFUSCADAS PELO CÂNONE LITERÁRIO BRASILEIRO"